quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020

Erasmus+: "Tell me a story, please!"



A paz mundial não poderá ser garantida sem a criação de esforços proporcionais aos perigos que a ameaçam. Para manter a paz é indispensável a contribuição de uma Europa vital e bem organizada
                                Robert Schuman, Declaração de 9 de maio 1950


O envolvimento na leitura de um livro, de um filme ou de um pensamento oferece-nos espaço para crescermos como seres refletidos e críticos. A leitura torna-nos mais empáticos, permite-nos a concentração nos assuntos e nas pessoas que nos rodeiam e leva-nos a compreender o mundo. A leitura, seja ela em suporte papel seja em suporte digital, faz-nos redescobrir, participar e interagir com os outros.
Cada escola tem o seu próprio conjunto de objetivos, desafios e metas, mas um aspeto que nunca é esquecido é o desejo de garantir que os seus alunos desenvolvam as suas competências, os seus desejos para o futuro. Desenvolver a competência de literacia da leitura e da escrita está no cerne de toda a aprendizagem - poder ler é a base sobre a qual o sucesso em todas as áreas do currículo é construído.
Ler por prazer cria empatia, amplia a mente e pode ser extremamente inspirador em todas as idades. Do ponto de vista prático, como professores e formadores, queremos garantir que os nossos alunos sejam capazes de encontrar um trabalho significativo no futuro, e que tenham uma intervenção ativa na comunidade. Se a leitura for uma luta e não uma alegria, muitas oportunidades de sucesso na vida profissional e pessoal estarão seriamente comprometidas.
Neste projeto Erasmus+, “Tell me a story, please!”, pretende-se motivar para a leitura, escrita e desenvolver o espírito de observação e de capacidade crítica dos alunos, aliando as capacidades leitoras com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.
Neste primeiro encontro, em Moulins-lès-Metz, França, o livro abordado por todos os alunos do projecto foi “O Principezinho”, através de apresentações eletrónicas, dramatizações, quizzes, debates, música e articulação do conteúdo e personagens desta obra com o ODS 13 – Ação Climática. A diversidade, a complementaridade e a troca de opiniões e de ideias entre os alunos e professores permitiu que os trabalhos desenvolvidos e elaborados fossem criativos e originais, de interesse europeu e reveladores da multidisciplinaridade e multilinguismo numa perspetiva de sustentabilidade e de literacia da leitura, da escrita e digital. Estiveram envolvidos seis países: Portugal, França, Espanha, Itália, Roménia e Suécia.
As visitas que nos foram proporcionadas enriqueceram-nos e relacionaram estes dois aspetos do projeto: participação numa tertúlia com uma escritora, atividades na biblioteca da Escola Albert Camus, visita aos monumentos de Metz, relacionando o aprendido com a História da Europa, casa e vila onde viveu e morreu Robert Schuman – o Pai da Europa – e, finalmente, visita à cidade de Estrasburgo, culminando com o conhecimento da sede do Parlamento Europeu. Os momentos de interação em francês e em inglês foram de elevada importância e a pluralidade de atividades conjugou as várias áreas do saber dos alunos.


 Professores e alunos do Projeto Erasmus+ "Tell me a story, please!"
Agrupamento de Escolas Latino Coelho, Lamego

 

domingo, 27 de outubro de 2019

Erasmus+: Letónia, um país singular e com História! “The Young Knights of the round European Table”


Durante uma semana, entre 12 e 19 de outubro, alunos e professores de Itália, Polónia, Portugal (Agrupamento de Escolas latino Coelho) e Letónia encontraram-se em Kalsnavas – Madonas, na Letónia. Este encontro de parceiros Erasmus+, KA2, tinha como objetivos a troca de experiências entre professores, ao nível da sala de aula, atividades desenvolvidas ao longo do primeiro ano do projeto e apresentação de trabalhos realizados pelos alunos de cada país. O objeto de estudo deste projeto, The Young Knights of the round European Table, é amplo e diversificado, preocupando-se com a cultura, usos e costumes de cada país envolvido, sobretudo no que se refere à gastronomia, numa perspetiva de saúde e bem-estar.
Nesta deslocação à Letónia, os alunos portugueses puderam conhecer, durante dois dias, a capital deste país do Báltico, a sua história, monumentos, ruas históricas, contando com uma guia que sempre abordou os pontos de interesse de Riga de uma forma leve, engraçada e muito esclarecedora. “O povo letão foi, realmente, um dos povos que mais sofreu ao longo da História da Europa”, concluíram os nossos alunos. Valeu a pena percorrer Riga e saborear as suas lendas, pois cada canto desta capital tem uma história para contar, por vezes terrível, por vezes intrigante!
Em Kalsnavas, mais precisamente na Kalsnavas pamatskola, os dias foram muito intensos! As atividades escolares decorreram dentro da sala de aula, nos espaços exteriores do edifício escolar e em visitas de estudo, para conhecimento dos parques naturais, animais, empresas e entidades autárquicas, responsáveis pelo acompanhamento e colaboração com este projeto. Três workshops sobre iguarias gastronómicas deste país foram realizados na escola e em locais apropriados à sua consecução, em que os alunos e professores foram os verdadeiros Chefs de cozinha e com “as mãos na massa”.
Foram três desafios não só às capacidades e destrezas manuais e de culinária, mas também à utilização da língua inglesa para a elaboração das ementas e sua confeção. No final, a troca de ideias sobre estas iguarias letãs, foram objeto de comparação com as de cada país. Foram momentos que produziram conhecimento e interação verbal, uma vez que também os pais intervieram, dando ajudas na confeção e explicação das escolhas das ementas.
A hora da partida chegou! Valeu a pena conhecer mais um país, mais pessoas, mais lugares e compreender o quanto são importantes a diversidade e o diálogo intercultural. Só com projetos assim é que a vida escolar consegue ter sabor e motivar para a aprendizagem.

Isilda Lourenço Afonso
Agrupamento de Escolas Latino Coelho, Lamego