quinta-feira, 6 de junho de 2013

Uma merecida menção honrosa...

Caros alunos e colegas da Ana Margarida Oliveira,

Estão de parabéns. Uma vossa colega obteve uma menção honrosa no concurso "Uma Aventura Literária ... 2013", da Editorial Caminho. Foi uma honra para todos nós e para o nosso Agrupamento. É assim que trabalhamos. Não desistimos nunca dos nossos sonhos. A Ana Margarida escreveu, criando um texto original sobre um sonho. Veio mesmo a condizer com a temática que este ano escolhemos para o nosso blogue. Vale a pena sonhar e ... escrever! O esforço foi recompensado, pois não esqueçamos que foram milhares de alunos a concorrer...
Espero que todos os que participaram não desistam nunca de colocar por escrito o que sonham, inventam ou pensem. Temos de partilhar com os outros e só assim aprendemos e nos enriquecemos.
O ano está a cghegar ao fim, mas a cruzada do saber ler e escever para compreender o mundo tem de continuar, não se esqueçam nunca disto que vos digo.
Leiam o que a Ana Margarida escreveu e felicitem-na.

A vossa professora: Isilda Lourenço Afonso


Um estranho mundo …

Eu gostava de conhecer o céu e descobrir todas as coisas que há para saber sobre ele.
Um certo dia resolvi andar de avião. Tinha a esperança de descobrir alguma coisa nova sobre essa imensidão.
Estava eu a admirar a linda paisagem através da janela do avião, quando senti a minha cadeira a ir para baixo. Achei estranho, tentei puxar a cadeira para cima, quando, de repente, a cadeira começou a ir mais para baixo, tão para baixo que caí do avião!
 Eu estava em pânico, por isso fechei os olhos. Passado algum tempo senti uma coisa fofa e ouvi uma voz cristalina. Quando abri os olhos descobri que a coisa fofa era uma nuvem e a voz cristalina era de uma fada!
 A fada dirigiu-se a mim e disse:
- Olá! Eu sou a Cristal e esta é a minha nuvem, a Floco de Neve.
Eu fiquei perplexa! Tinha acabado de ser salva por uma nuvem e por uma fada! Não podia acreditar. Bem, acreditasse ou não, não ia ficar ali pasmada a olhar para elas, tinha de falar.
- Olá! Muito obrigada por me terem salvo. Para onde me vão levar agora?
 - Ora, vamos levar-te para a Terra dos Sonhos, é claro! – disse a nuvem.
 - Terra dos Sonhos?
  - Sim, logo vês. Mas primeiro conta-nos o que te aconteceu.
 Ao longo do caminho eu fui contando a minha história.
Minutos depois de eu ter acabado de contar a história, chegamos ao pé de uma placa com um arco-íris e dentro dele a letras douradas dizia:”Terra dos Sonhos “.
Primeiro de tudo, a Floco de Neve e a Cristal levaram-me até ao castelo do Rei Sol e da Rainha Lua, pois para eu conhecer a Terra dos Sonhos tinha de ter a permissão deles.
 Eles receberam-me muito bem e deram-me autorização para conhecer a Terra dos Sonhos. Eu agradeci-lhes e fui para cima da Floco de Neve.
Logo que saímos do palácio encontramos uma nuvem e uma fada. Estavam ambas a chorar. A Cristal apressou-se a dizer:
- Não te preocupes. A responsabilidade delas é garantir que chove pelo menos duas vezes por mês.
 - Responsabilidade? – perguntei eu, intrigada.
 - Sim. Na Terra dos Sonhos todos têm responsabilidades. A minha e a da Cristal é garantir que neva pelo menos duas vezes em cinco anos. Aquela nuvem é a Chorona. – disse a Floco de Neve.
 - E aquela fada é a Ping-Ping - apresentou a Cristal.
 À medida que íamos passando por fadas e por nuvens, a Cristal apresentava as fadas e a Floco de Neve às nuvens.
Depois de uma hora de apresentações, fomos descansar e logo a seguir fui conhecer a Íris, que é um arco-íris, a seguir o Zig- Zag, que é um trovão, e por fim a Bilha, que é uma estrela cadente.

 Já de noite a Floco de Neve e a Cristal levaram-me a casa. A Floco de Neve entrou pela janela do meu quarto e pousou-me na minha cama.
 Mal elas se foram embora eu adormeci.
 De manhã, quando acordei, pensei que tudo não passava de um sonho. Foi quando olhei para a minha mesinha de cabeceira e vi um medalhão com o símbolo da Terra dos Sonhos e ao lado um papel que dizia:
”- Tens aqui uma lembrança da Cristal, da Floco de Neve e de todos os teus amigos. Sempre que quiseres visitar-nos, abana o medalhão e virás ter connosco. “
Eu fiquei contentíssima e nunca esqueci este dia!!!
                          
      Ana Margarida  Oliveira – 6º 4
      Agrupamento de Escolas Latino Coelho - Lamego  
      Escola Básica 2, 3 de Lamego

4 comentários:

Anónimo disse...

Margarida:
Tens muito jeito para fazer textos e este que fizeste é um exemplo disso!!
Misturaste tantas ideias num único texto e isso é espantoso!!
Foi um prémio merecido!!
Bjs da Ana Filipa - 6º4

Aurora Simões de Matos disse...

Ser-se distinguido dentre tantas pessoas a concurso...é uma experiência inesquecível!!!
Está de parabéns a aluna com o seu talento, os colegas com o seu apoio...e a professora com o seu saber. Em comum, têm um entusiasmo fora de série...

PARABÉNS A TODOS!!!

Aurora Simões de Matos

Anónimo disse...

Cara amiga Aurora,
Fico-lhe muito grata pela sua participação no nosso blogue.
Eu sei que é alguém que aprecia e valoriza o trabalho das crianças e dos jovens e daí o seu gentil comentário.
Em meu nome e dos alunos agradeço-lhe a sua participação sempre bem-vinda e sempre saborosa para quem lê.

Isilda L. Afonso

Anónimo disse...

Queridos amigos:

Para ser honesta, não estava nada à espera de receber esta menção honrosa. Quando me chamaram à biblioteca e me disseram que ia receber uma menção honrosa do concurso "Uma Aventura",pensei que se tinham enganado no nome,mas mais tarde descobri que não.
Eu escrevi este texto porque sempre desejei voar ( em todos os sentidos), aventurar-me, descobrir coisas novas. E não estava nada á espera de ganhar fosse o que fosse.
Não pensem que para se escrever um texto bonito é preciso ter um dom, porque não é.
Eu só escrevi o que me ia na mente,
o mais difícil é escolher o tema (de tanta coisa que nos vai na cabeça), depois é só levantar voo, sair deste mundo que por vezes nos tira a vontade de sonhar, e ir para o "Nosso Mundo", onde tudo é perfeito,onde não há problemas, nem limites, onde nós somos o centro.
Foi isso que eu fiz,apenas escrevi o que acontece no "Meu Mundo", claro que este é o meu mundo, o vosso pode ser uma coisa completamente diferente, o que importa é que seja vosso, que seja o local onde vocês é que brilham, onde se sentem felizes e esquecem as coisas más da vida.
Para além disso leiam muito, porque foi a leitura que me ajudou a construir um pouco deste meu mundo.
E se querem saber, a menção honrosa para mim foi apenas uma folha para me dizer que gostaram do meu texto( é claro que fiquei contente).Mas o verdadeiro "prémio", para mim é poder escrever.
Por isso escrevam, leiam e deem asas á vossa imaginação.

Ana Margarida 6º4 nº3